Quarta, 20 de Junho de 2018

Álbum bloqueado do Orkut prejudica operação da polícia contra pedofilia

8 ABR 2008Por 17h:31
     

 

O Ministério Público Federal em São Paulo, por meio do Grupo de Combate a Crimes Cibernéticos, enviou uma notificação ao Google pedindo que a empresa investigue o conteúdo de 3.261 álbuns de fotografia de usuários que são considerados suspeitos de pedofilia. O Google tem até amanhã (9) para informar quais dos álbuns acusados têm conteúdo proibido. As fotos suspeitas não podem ser investigadas diretamente pela Polícia porque estão bloqueadas por um recurso de privacidade do Orkut. A ONG afirma que 86% das 267.470 denúncias de pedofilia registradas em 2007 têm como alvo o site de relacionamento.
        
        Na última quinta (3) a CPI da Pedofilia convocou o diretor-geral do Google no Brasil, e o diretor de comunicação para esclarecer as denúncias de veiculação de pedofilia no Orkut. A audiência está marcada para amanhã.

 

Com informações do G1

Leia Também