Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Aids avança nos municípios de fronteira

30 NOV 2008Por 23h:35
     

        Neiba Ota

        O quadro epidemiológico do DST/Aids, da Secretaria de Estado de Saúde (SES), revela estabilidade da doença no Estado. Desde o começo do ano foram registrados 390 novos casos, ante 354 notificações em 2007, o que totalizou 4.998 vítimas do HIV desde 1984, com taxa de letalidade de 42,40% (1.954 óbitos até 2007). Apesar desse controle, um dado preocupa: o aumento da proliferação do vírus na fronteira. Dos seis municípis com maior incidência, cinco estão na divisa com o Paraguai (Ponta Porã, Mundo Novo, Amambai, Aral Moreira e Antônio João).

Leia Também