Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Agricultor aposta na sorte e apenas 16% da área plantada no Estado tem seguro

14 SET 10 - 09h:08

A baixa adesão ao seguro-agrícola pode expor ainda mais os agricultores às consequências do prolongamento da seca. Segundo o assessor da Famasul, apenas 16% da área plantada no Estado (448 mil dos 2,8 milhões de hectares) é segurada. Apesar de tímido, o número é maior do que a média nacional (11%).
Em 2008, a área segurada era de 10,9% dos 2,9 milhões de hectares, segundo o último relatório do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Para Lucas Galvan, produtores ainda preferem contar com a sorte e não pagar o prêmio do seguro (5,5% em média sobre a produtividade da lavoura). ‘É como o de carros, muita gente prefere não ter e correr riscos”, compara.
Outro fator da pequena adesão ao seguro é o baixo valor disponibilizado pelo Governo federal para subsidiar contratos. O agricultor pode ter ajuda dos caixas públicos para pagar metade do custo do seguro, em torno de R$ 900 por hectare.
Conforme o assessor, o montante disponível para essa subvenção neste ano é de R$ 260 milhões e a demanda dos agricultores brasileiros soma R$ 600 milhões. Na safra passada, o valor destinado pelo governo ao seguro-agrícola de MS (R$ 8,8 milhões) correspondeu a 2,6% do total pago pelos produtores (R$ 334,2 milhões).
“O governo precisa aumentar esses valores para estimular a procura por seguro. O ideal é chegar a R$ 2 bilhões em 2016”, opina Galvan.  (CHB)

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

No Cepol, adolescentes infratores não vão se misturar com suspeitos adultos
PLANTÃO

No Cepol, adolescentes infratores não se misturam com adultos

Treinamento em Shopping tem resgate de helicóptero e desarmamento de bomba
SIMULAÇÃO

Treinamento em Shopping
tem resgate de helicóptero e desarmamento de bomba

"Gatos" na rede poderiam abastecer Corumbá e Bonito
ENERGIA ELÉTRICA

"Gatos" na rede poderiam abastecer Corumbá e Bonito

Bolsonaro diz que queimadas e desmatamento são "culturais"
AMAZÔNIA

Bolsonaro diz que queimadas e desmatamento são "culturais"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião