Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Agosto foi o mês mais seco em Dourados

9 SET 2010Por 11h:45
     

Agosto foi o mês mais seco em Dourados nos últimos nove anos, com precipitações abaixo da média e a umidade relativa do ar a níveis quase insuportáveis. Foi o que revelou ontem o Boletim Agrometeorológico da Embrapa Agropecuária Oeste.

O levantamento mostrou que o mês passado foi o mais seco desde 2001. A umidade relativa média foi de 51%, quase 10% inferior à normal. Nos dias 28 e 29 de agosto, a umidade do ar atingiu 8%, o menor índice de toda a década. Além disso, em 22 dias ocorreram níveis de umidade do ar inferiores a 30% o que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) exige cuidados.

Segundo o pesquisador Carlos Ricardo Fietz, apesar da baixa umidade do ar, as temperaturas ficaram próximas às normais. A temperatura média em agosto foi 19,6ºC. Em 17 dias a temperatura superou 30°C, atingindo 36,1ºC em 29 de agosto. "No entanto, em 10 dias a temperatura foi inferior a 10ºC, sendo a mínima do mês, 2,7°C, em 6 de agosto", citou o pesquisador.

Foram registradas chuvas apenas nos dois primeiros dias de agosto, totalizando 36 milimetros, 67% da média histórica de 32 anos, que é de 54 mm. Com base nos registros de estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e da Fundação MS, em agosto houve pouca chuva em toda região sul: Sidrolândia (9 mm), Ivinhema (7 mm) Juti (4 mm) e Ponta Porã (2 mm). Não choveu em Maracaju, Rio Brilhante e Campo Grande.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também