quinta, 19 de julho de 2018

PARAGUAI

Agentes do Senad prendem suposto integrante do PCC e armamentos

11 FEV 2011Por EDILSON JOSÉ ALVES/PONTA PORÃ17h:05

Um suposto integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) foi preso pelos agentes da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), durante operação realizada em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia situada na divisa com Ponta Porã. O acusado foi preso em uma residência em um bairro da periferia, local onde foram apreendidos armamentos de guerra, que seriam enviados ao Brasil.

Segundo as informações repassadas pela Senad, o brasileiro Diego de Oliveira Braga, de 27 anos, foi preso durante operação realizada na quinta-feira em uma residência situada na rua Bernardino Caballero entre as ruas Coronel Martinez e 15 de Agosto, no bairro Virgem de Caacupé, no lado paraguaio da fronteira.

No local os policiais apreenderam um fuzil calibre 7.62 com número de série raspado e com carregador, uma escopeta CBC de calibre 12, uma pistola Taurus 9 milímetros com carregador, um carregador para pistola CZ, 21 projéteis 7.62, além de 29 projéteis 9 milímetros e 6 para escopeta de 12 milímetros.

Os policiais também apreenderam quatro aparelhos de telefones celulares, três computadores notebook, um veiculo Sveiro, com placas BFF-243 do Paraguai, uma motocicleta da marca Leopard, sem placas, e vários documentos, entre eles um Estatuto da facção criminosa Primeiro Comando da Capital, da qual o brasileiro seria membro.

O promotor de justiça Justiniano Cardoso que acompanhou os trabalhos desenvolvidos pelos policiais, disse que o brasileiro, os veículos e armamentos foram levados para a base operacional da Senad em Pedro Juan Caballero. Diego de Oliveira Braga foi autuado em flagrante e poderá ser extraditado para o Brasil.


 

Leia Também