Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Agentes cobram condições para o trabalho

22 JUL 10 - 07h:10
Os agentes que atuam na  Unei Dom Bosco também reclamam da falta de estrutura básica para que eles possam trabalhar. “Não temos luz nos alojamentos e, quando temos, é porque os próprios adolescentes fazem gambiarras. A água também falta para nós. Nossa situação não é nem um pouco diferente da deles”, disse um dos agentes, que preferiu não se identificar.
A precariedade acaba prejudicando o trabalho dos agentes e eles dizem que não conseguem fazer a ronda noturna nos alojamentos. “Para eles fazerem esse trabalho de ronda acabam tendo que comprar suas próprias pilhas e lanternas”, disse o juiz Danilo Burin. Os agentes também reivindicam aumento no número de servidores. “Hoje somos em dez nos plantões para cuidar de 67 internos”, disse um dos servidores. (KC)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

COMITIVA

OCDE conclui missão no Brasil sobre medidas de combate à corrupção

Cuesta deixa escapar acerto do Internacional com o técnico argentino Coudet
FUTEBOL

Cuesta deixa escapar acerto do Internacional com o técnico argentino Coudet

ASILADO NO MÉXICO

Em novo dia de protestos, Evo diz que pode voltar à Bolívia para 'pacificar' país

BRICS

Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião