Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Agência vai fazer novas audiências públicas sobre licitação de portos

8 MAR 14 - 22h:00AGÊNCIA BRASIL

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) informou hoje (8) que fará novas audiências públicas sobre a licitação para exploração dos portos de Salvador, Aratu (BA), Paranaguá (PR) e São Sebastião (SP). A consulta pública tinha começado em outubro do ano passado, mas a diretoria da Agência decidiu fazer novas audiências, incluindo ajustes nos estudos, conforme considerações apresentadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para o primeiro lote de licitações lançado pelo governo.

Em dezembro do ano passado, o TCU estabeleceu 19 condições para que o governo publique o edital para licitação dos portos de Santos (SP), Belém, Santarém (PA), Vila do Conde (PA), além dos terminais de Outeiro (PA) e Miramar (PA). Os ministros consideraram insuficientes os estudos apresentados pelo governo e pediram mais informações técnicas sobre os projetos. O governo federal pediu a revisão de algumas das condições impostas pelo tribunal para liberar a publicação do edital dos portos.

Segundo a Antaq, o objetivo da consulta pública é obter contribuições, subsídios e sugestões para o aprimoramento de editais e contratos referentes aos arrendamentos. Os avisos sobre as novas audiências públicas, com as datas e locais, serão publicados oportunamente.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Fernandinho Beira-Mar é transferido para presídio de Campo Grande
NARCOTRAFICANTE

Beira-Mar é transferido para Campo Grande

STF

Justiça nega liberdade a hackers de celular de Moro e Dallagnol

Gerente de banco desviou R$ 1,2 milhão da conta de cliente
CAMPO GRANDE

Gerente de banco desviou R$ 1,2 milhão da conta de cliente

Dólar dispara com corte de juros e vai a R$ 4,16
MERCADO FINANCEIRO

Dólar dispara com corte de juros e vai a R$ 4,16

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião