Terça, 20 de Fevereiro de 2018

AGRONEGÓCIO

Agência do Banco do Brasil começa a atender em fevereiro na Acrissul

9 DEZ 2010Por DA REDAÇÃO17h:58

O superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul, Luiz Alves Pordeus Júnior, afirmou na tarde de hoje (9) durante solenidade na Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), em Campo Grande, que a agência rural do banco começa a atender em meados de fevereiro no Parque de Exposições Laucídio Coelho. O banco já conta com um caixa para recebimento de guias no interior da agência da Iagro-MS no mesmo local, mas a agência terá atendimentos como abertura de contas, cadastro de produtores rurais, liberação de financiamentos e caixas para operações rotineiras. A vinda do BB para o Parque de Exposições é a adesão ao projeto da nova diretoria, presidida pelo pecuarista Francisco Maia, de transformar o Parque de Exposições numa “cidade do agronegócio”.

Segundo o presidente da Acrissul, a atual administração trabalha no sentido de fortalecer o papel do Parque de Exposições Laucídio Coelho na sociedade sul-mato-grossense. “E a melhor maneira que encontramos foi redesenhar o parque para que ele seja transformado num grande centro de atendimento para empresas, instituições, universidades órgãos públicos, para que ele tenha vida ativa o ano todo e não só a disposição da realização de duas feiras anuais”, ponderou. A vinda do escritório da Iagro prova que o local – que tem 170 mil metros quadrados de área – tem estrutura para atender bem o produtor rural em todos os sentidos.
 
Campo Grande, analisa ainda Maia, já enfrenta um grave problema típico das grandes cidades, que é a falta de estacionamento nas principais ruas – “e o parque tem espaço de sobra para dar conforto e mobilidade para o produtor rural. A cada dia novas empresas estão aderindo ao projeto do ‘shopping rural’ e no ano que vem o parque já terá uma nova cara”, garante ele. Entre outras mudanças, o projeto prevê a construção de uma praça na avenida que dá acesso ao tatersal de elite 1. Já foi feita a demolição dos prédios de alvenaria para oxigenar a área que possui cerca de 16 figueiras centenárias que serão preservadas.
 
O superintendente do BB, Luiz Alves Pordeus Júnior, afirmou que o banco terá à disposição dos produtores rurais cerca de R$ 50 milhões em crédito para negócios durante a Expogrande 2011, que acontece de 14 a 24 de abril. “E o banco está ampliando a cada ano seus investimentos em agronegócio”, afirma. “O Banco do Brasil não seria o que é se não fosse o apoio e a representatividade do agronegócio brasileiro”, finalizou. Para a edição da feira do ano que vem já estão agendados 50 leilões. A meta é comercializar 30 mil bezerros, consolidando a posição da feira como a maior do País em comercializado de gado de corte.
 
O agência do banco será instalada na esquina onde funcionava o estande da Tortuga, no Parque de Exposições, durante as Expograndes. O deputado federal eleito, Fábio Trad, afirmou durante discurso no evento que irá advogar as causas do agronegócio sul-mato-grossense. “Há muito para crescer, e há muito para melhorar", disse.

Leia Também