Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INFRAERO:

Aeroporto ainda não tem tamanho suficiente para ter posto médico

18 JUN 12 - 11h:50Celso Bejarano e Gabriel Maymone

Depois da morte de um bebê de nove meses no Aeroporto Internacional de Campo Grande, a Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), diz que no local não há atendimento médico pois a legislação da empresa prevê um posto médico apenas em cidades que tenham movimentação anual superior a 1,5 milhão de passageiros.

Conforme informação da assessoria da Infraero, o aeroporto de Campo Grande registrou, no ano passado, 1,434 milhão de passageiros em voos comerciais. A previsão é de que para o próximo ano a Capital supere a meta e possa contar com um posto de atendimento médico.

Caso

O bebê de nove meses estava com os pais no aeroporto, onde embarcaria para São Paulo para passar por procedimento cirúrgico, quando passou mal e morreu. Os bombeiros chegaram no local cerca de 15 minutos depois, mas a criança já estava morta. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolinho de Chuva Recheado com creme de avelã
SOBREMESA

Bolinho de Chuva Recheado com creme de avelã

COI dá passo para incluir breakdance, skate, escalada e surfe nos Jogos de 2024
OLIMPÍADAS

COI dá passo para incluir skate e surfe nos Jogos de 2024

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quarta-feira: "Sem abertura para chantagens"

ARTIGO

Odilon de Oliveira: "Congresso Nacional e fronteira"

Juiz federal aposentado

Mais Lidas