Terça, 16 de Janeiro de 2018

Aécio quer prévias no PSDB e admite deixar o partido

14 FEV 2009Por 22h:21
     

 

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, comunicou ao PSDB que exige prévias e estabeleceu um prazo para que o partido regulamente o modelo das primárias tucanas: a data-limite é 30 de março e nem um dia a mais. Caso as primárias tucanas não saiam até março, estará explicitado o racha no PSDB e o governador vai se considerar "liberado" para articular alternativas que o atendam no processo sucessório. No limite, admite até a hipótese de sair do partido.

 

Aécio tem sinalizado que pode pegar este embalo para criar uma nova legenda com insatisfeitos do PSDB, do PMDB e de outros partidos, tanto de oposição como da base aliada ao Governo Lula. Mas é no PMDB que a movimentação do governador tem gerado maior expectativa.

 

        Dirigentes peemedebistas não perderam a esperança de vê-lo novamente filiado à legenda. As cúpulas da Câmara e do Senado estão convencidas de que, se Aécio entrar no jogo sucessório, mudará todo o cenário. A avaliação geral é que o tamanho da "guinada" tornaria difícil prever até o impacto sobre as candidaturas de Dilma e Serra.

Leia Também