Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

TACURU

Advogados apresentam acusado de matar policial

7 SET 2012Por A GAZETA NEWS18h:15

Os advogados de defesa apresentaram, na tarde de hoje (7) na Delegacia de Polícia Civil de Amambai, Arnoldo Vieira dos Santos, acusado de matar um investigador de polícia, na noite de sábado, 1 de setembro, em Tacuru. O investigador Miguel Honorato Abreu Holsbach, de 43 anos, foi assassinado a tiros de pistola calibre 9mm enquanto assistia TV na sala de casa ao lado da esposa, que também acabou atingida por disparos, mas sobreviveu e não corre risco de vida.

Horas após o assassinato um irmão do acusado de praticar o crime, José Vieira dos Santos, o “Magrão”, de 33 anos, acabou preso. Ele teria confirmado que havia monitorado a rotina do policial, mas quem teria cometido o assassinato seria seu irmão, Arnoldo Vieira, que até então estava foragido. Na ocasião as investigações teriam apurado que a motivação do crime seria desavenças, tendo em vista um desentendimento entre vítima e acusado, rixa iniciada quando o policial Miguel teria atuado em uma investigação onde o irmão de Arnoldo, o “Magrão”, figurava como suspeita de um homicídio ocorrido no município.

Segundo ele, que afirma ser contrabandista de cigarros, o policial o extorquia há pelo menos três meses para permitir que ele continuasse com a atividade ilícita. Nos últimos dias, teria feito ameaças a ele quando o acusado, Arnoldo Vieira, teria se recusado a se envolver com tráfico de drogas. Em relação a arma usada para cometer o crime, Arnoldo alega ter jogado fora enquanto fugia da polícia. Segundo Arnoldo, até a apresentação, ele permanecia escondido em fazendas da região.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também