Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 19 de setembro de 2018

Advogado diz que 'não fez nada errado' e cogita processar Portuguesa

28 DEZ 2013Por terra12h:45

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o advogado que defendeu a Portuguesa no julgamento do meia Héverton, Oswaldo Sestário, se disse com a "consciência tranquila" após a confirmação do rebaixamento do clube rubro-verde pelo STJD, na última sexta-feira. Sestário foi acusado por dirigentes lusitanos de não ter informado as duas partidas de suspensão de Héverton ao clube, o que teria provocado a escalação irregular do jogador na última rodada do Brasileiro, contra o Grêmio, e a perda de quatro pontos. Ele assegura, porém, que "não fez nada de errado" e que houve "um grande erro" de comunicação dentro da Portuguesa.

Sestário cogita até processar o clube rubro-verde, já que o caso "pegou muito mal" para sua imagem e carreira, segundo ele. O advogado se disse "triste pelo lado emocional", por ter trabalhado com a Portuguesa por nove anos, mas avalia que, tecnicamente, o Pleno do STJD fez o correto ao manter a punição e o rebaixamento da equipe paulista. Por fim, Sestário se disse "à disposição" do Ministério Público de São Paulo para investigar o caso e descobrir onde aconteceu a falha de comunicação, e declarou ser contrário à entrada do clube na Justiça comum para tentar "melar" o Brasileiro.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também