Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

Advogado de Semy defende afastamento de Giroto

4 DEZ 2008Por 21h:31
     

Maria Matheus

 

Para o advogado do ex-deputado Semy Ferraz (PT), Celso Pereira da Silva, o secretário estadual de Obras Públicas e Transportes, Edson Giroto, deveria ser afastado do cargo enquanto responde a processo no Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Ele argumenta que a Constituição Estadual determina que o Governador do Estado deve ser afastado do cargo caso se torne réu, ou seja, quando o Tribunal acata denúncia formulada pelo Ministério Público. "É evidente que o mesmo critério jurídico deve ser aplicado aos secretários de Estado, que por serem nomeados, possuem investidura precária", disse.

        "A participação do Secretário Giroto na trama para incriminar e prejudicar a eleição do então deputado Semy Ferraz é contudente e direta, muito mais abundantes que as provas outrora apontadas contra os Ministros Antonio Pallocci e Silas Rondeau, que foram obrigados a renunciar os cargos para não serem exonerados", opinou o advogado.

Leia Também