Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 13 de dezembro de 2018

LOJAS AMERICANAS

Advogado de loja alega legítima defesa em caso de vigilante

24 MAI 2011Por evelin araujo11h:41

O advogado das Lojas Americanas, Silzomar Furtado de Mendonça Júnior, compareceu hoje na Câmara Municipal de Campo Grande para prestar esclarecimentos sobre a agressão ocorrida no último dia 23 de abril, quando o vigilante Marcio Antonio de Souza foi interpelado por um dos seguranças do estabelecimento, sob a suspeita de que ele estivesse levando ovos de Páscoa sem pagar. 

Ele alegou que o segurança agiu em legítima defesa.  “Este foi um fato inédito, não praticado por funcionários das Lojas Americanas, mas por um funcionário da empresa de segurança, que afirma ter agido em legítima defesa. O caso já está sendo devidamente investigado e estamos abertos para qualquer esclarecimento”, afirmou o advogado

O advogado da empresa de segurança, Felipe Mattos de Lima Ribeiro disse que “a empresa presta serviços de vigilância para as Lojas Americanas há quatro anos e esta é a primeira vez que uma agressão assim acontece. O funcionário Décio está afastado da empresa até que o caso seja apurado. Não podemos criminalizar a empresa por um ato praticado por uma pessoa isolada”, afirmou o advogado.

Nova audiência

O vigilante agredido, Marcio Antonio de Souza e o Sindicato das Empresas de Seguranças serão ouvidos nesta quarta-feira, às 9h, pelos parlamentares.

 

Com informações do site da Câmara Municipal

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também