sábado, 21 de julho de 2018

CRIME

Advogadas brasileiras são presas no Paraguai

27 NOV 2010Por EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ04h:55

 

Quatro brasileiros foram presos numa operação realizada pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia situada na divisa com Ponta Porã. Entre os presos estão duas advogadas que, segundo as autoridades do país vizinho, possuem ordem de captura internacional por associação criminal.

De acordo com as informações repassadas pela Senad através de nota, a operação desencadeada no último dia 23 prendeu, na linha divisória de Ponta Porã com Pedro Juan Caballero, as advogadas Ariane dos Anjos, 35 anos, natural de Corumbá-MS, e Gisele Cristina de Carvalho, de 40 anos, de Sorocaba-SP. Elas foram presas no momento em que estavam acompanhadas dos brasileiros Jefferson Garcia Morinigo, 25 anos, natural de Campo Grande, e Alexandre Rocha Sandim, 36 anos, também de Campo Grande-MS.

A prisão dos brasileiros foi feita, segundo o promotor de justiça Julian Rodrigues, com base em um acordo de cooperação firmado entre os dois países. Os acusados foram levados ao Palácio da Justiça em Pedro Juan Caballero, sendo que o juiz José Valiente cuidaria dos processos para fazer as extradições.

Leia Também