Quinta, 21 de Junho de 2018

Advogada ligada ao PCC é presa em Sumaré

20 MAR 2009Por 14h:52
     

         

         

A advogada Adriana Telini Pedro, 37 anos, foi presa hoje (20) em Sumaré, na região de Campinas. Ela estava usando documentos falsos e era foragida há mais de um ano. A advogada foi indiciada por tentativa de latrocínio e formação de quadrilha depois de um roubo de joias em janeiro de 2008. Adriana é também investigada há quatro anos por associação ao tráfico e ligação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Com informações da Agência Estado

Leia Também