Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Advogada é acusada de trabalho escravo e tráfico de seres humanos

10 OUT 2008Por 12h:55
     

         

         

         

A advogada, C.B.M, está sendo acusada de praticar os crimes de tráfico de seres humanos, trabalho escravo e submeter menor de idade ao trabalho doméstico.

Cristiane mora no bairro Giocondo Orsi, que é considerado nobre, na Capital.
        

A menor de idade é uma índia terena de 16 anos e foi resgatada da casa da advogada hoje cedo pela Fundação Nacional do Índio (Funai), com a presença do Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH).
        

Segundo o Centro de Defesa Direitos Humanos, a adolescente é da cidade de Laguna Caarapã e era obrigada a desempenhar trabalhos domésticos sem remuneração, era proibida de sair de casa e a advogada ainda a proibiu de utilizar telefone celular que ela trouxe da aldeia onde morava, a Guaibê.
        

Na casa da advogada desde o dia 18 de fevereiro, a adolescente também era proibida de freqüentar a escola. Agora, será feito um trabalho de ressocialização em sua aldeia.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também