sexta, 20 de julho de 2018

ENCONTRO DE BATAGUASSU

Adrenalina e desafio motivam 'jipeiros' de Campo Grande

13 NOV 2010Por ROSANA SIQUEIRA E EVELIN ARAUJO10h:46

“Eu só espero voltar inteiro”, são as palavras do administrador Leandro Gameiro. Ele é um dos participantes do 2º Encontro de Jipeiros, que começa hoje e vai até o dia 15, em Bataguassu. O evento foi organizado pela prefeitura municipal da cidade e contará com cerca de 100 “jipeiros” de todo o Estado.

 O jipe clube “Só Porva”, de Campo Grande, com vinte integrantes, foi convidado pela organização e saiu às 9h40min desta manhã rumo à cidade. São dez amigos que representarão a cidade e enfrentarão de cinco a seis horas de estrada para chegar ao encontro. O grupo está se preparando há três meses para a viagem, quando reservou dois hotéis da cidade para hospedagem.

 Empresário em uma loja de vendas de veículos e presidente do clube, Frederico Braz conta que, no início, ele recebeu um jipe em sua loja e o testou nas ruas. “Eu adorei o carro e quis ficar com ele”, lembra. Os amigos mais próximos também aderiram à ideia e cada um comprou o seu jipe. Nascia assim, o clube de jipeiros “Só Porva”.

 Comerciante, Valdemar Melendes Júnior, de óculos escuros e tomando tereré ao lado de seu jipe, lembra de outras viagens que fez com o grupo e conta aos amigos. “É a primeira vez que eu vou a este encontro em Bataguassu, dizem que ano passado foram mais de 60 jipes” revela.

Hoje os participantes chegam à cidade e amanhã  encaram o “jipe cross”, quando vão andar com suas máquinas pelos alagados do Rio Paraná e Rio Pardo durante o dia inteiro. “É uma prova, corrida mesmo, da qual todos vamos participar”.

Mas a esperança dos jipeiros sobre premiação nas provas é zero. “Nós vamos só para brincar”, afirma Frederico. No domingo, dia 15, acontece a entrega do prêmio do “jipe cross” e encerramento do evento.

Paulo mostra seu jipe e explica o que é preciso ter de equipamentos para encarar a estrada:

Leia Também