Domingo, 17 de Dezembro de 2017

CRIME NA ESCOLA

Adolescente que matou colega será julgada

30 JAN 2014Por DA REDAÇÃO00h:00

A adolescente de 16 anos que matou Luana Vieira Gregório, 15 anos, no dia 11 de setembro do ano passado vai ser julgada no começo de março pelo crime. O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 27ª Promotoria de Justiça, pediu a internação da garota, mas o cumprimento da medida depende de decisão judicial. A menina responde pelo ato infracional em liberdade. A reportagem está na edição de hoje (30) do jornal Correio do Estado.

Segundo a 27ª Promotoria, a representação que pede a aplicação de medida socioeducativa de internação foi encaminhada à Vara da Infância em novembro do ano passado, mas a primeira audiência foi marcada apenas para o dia 5 de março.

O crime chocou Campo Grande e repercutiu por todo o Brasil em razão da crueldade das imagens que foram filmadas e divulgadas nas redes sociais. Em vídeos, que foram feitos por alunos da Escola Estadual José Ferreira Barbosa, na Vila Borbon, onde o crime aconteceu, aparecem cenas de chutes e socos de Luana na garota que a matou e ainda o momento que a vítima foi atingida.

O inquérito da Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij), que investigava o envolvimento da adolescente na morte, já foi finalizado e é o resultado dessa investigação que será objeto de julgamento em março pela Vara de Infância. Já a investigação que corre pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) ainda não terminou, porque, segundo a delegada Regina Motta, o laudo do corpo de delito não chegou às suas mãos. “O inquérito está praticamente concluído, mas precisamos do laudo”.  

A mãe de Luana, Katíuscia Vieira, disse no ano passado que gostaria de ver as autoras do assassinato culpadas. “Eu quero Justiça”, afirmou na época. A reportagem é de Lucia Morel.
 

Leia Também