Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande

Adiado julgamento de acusado de mandar matar tatuador

22 AGO 12 - 17h:35THIAGO GOMES E BEATRIZ LONGHINI

O julgamento de Miguel Bacargi Filho foi novamente adiado depois de um pedido do advogado Valdir Custódio da Silva que entregou atestado médico alegando infecção de garganta. Ele seria levado à júri popular amanhã (23) pelo Tribunal de Justiça de Campo Grande.

O pedido foi acatado, porém, o juiz responsável pelo caso, Alexandre Ito, impôs que o réu contrate outro advogado para trabalhar juntamente com Valdir e que, caso haja outro pedido de adiamento, ele expedirá um mandado de prisão para que Miguel aguarde o julgamento na cadeia.

O réu é acusado de ter mandado matar o tatuador Luciano Estevão dos Santos, o Jhonny Tatoo. O assassinato ocorreu em março de 2008, em Campo Grande.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PRESIDENTE DA CCJ

Proposta sobre pacto federativo começará no Senado, diz Simone

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas
DOURADOS

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas

ECONOMIA

Em menos de 5 anos, País terá de voltar a discutir capitalização, diz secretário

Incêndio em terreno baldio localizado na área central assusta moradores
BATAYPORÃ

Incêndio em terreno baldio assusta moradores

Mais Lidas