Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Adiado julgamento de acusado de mandar matar tatuador

Adiado julgamento de acusado de mandar matar tatuador
22/08/2012 17:35 - THIAGO GOMES E BEATRIZ LONGHINI


O julgamento de Miguel Bacargi Filho foi novamente adiado depois de um pedido do advogado Valdir Custódio da Silva que entregou atestado médico alegando infecção de garganta. Ele seria levado à júri popular amanhã (23) pelo Tribunal de Justiça de Campo Grande.

O pedido foi acatado, porém, o juiz responsável pelo caso, Alexandre Ito, impôs que o réu contrate outro advogado para trabalhar juntamente com Valdir e que, caso haja outro pedido de adiamento, ele expedirá um mandado de prisão para que Miguel aguarde o julgamento na cadeia.

O réu é acusado de ter mandado matar o tatuador Luciano Estevão dos Santos, o Jhonny Tatoo. O assassinato ocorreu em março de 2008, em Campo Grande.

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!