Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

Campo Grande

Adiado julgamento de acusado de mandar matar tatuador

22 AGO 2012Por THIAGO GOMES E BEATRIZ LONGHINI17h:35

O julgamento de Miguel Bacargi Filho foi novamente adiado depois de um pedido do advogado Valdir Custódio da Silva que entregou atestado médico alegando infecção de garganta. Ele seria levado à júri popular amanhã (23) pelo Tribunal de Justiça de Campo Grande.

O pedido foi acatado, porém, o juiz responsável pelo caso, Alexandre Ito, impôs que o réu contrate outro advogado para trabalhar juntamente com Valdir e que, caso haja outro pedido de adiamento, ele expedirá um mandado de prisão para que Miguel aguarde o julgamento na cadeia.

O réu é acusado de ter mandado matar o tatuador Luciano Estevão dos Santos, o Jhonny Tatoo. O assassinato ocorreu em março de 2008, em Campo Grande.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também