sábado, 21 de julho de 2018

POLÍCIA

Acusados de render família durante assalto têm extensa ficha criminal

14 FEV 2011Por vivianne nunes e vânya santos16h:11

Dois homens presos acusados de praticarem um assalto neste sábado em Campo Grande foram apresentados à imprensa na tarde de hoje pela Delegacia de Roubos e Furtos (Derf). Marcelo da Rocha Silva e Fábio Sampaio Centurião invadiram a casa da família no momento em que eles retornavam para casa. Eles se aproveitaram do momento em que foi acionado o portão eletrônico da casa e entraram rendendo a dona da casa, duas filhas e o namorado de uma delas. A família viveu momentos de terror com os bandidos na sala da casa ameaçando à todos. Armados com uma pistola Magnun 357, de uso restrito à colecionadores ou atiradores com cadastro no exército, a família foi presa no banheiro de uma suíte da casa enquanto a dupla promovia um verdadeiro 'limpa' no local.

O crime ocorreu na Avenida Madrid, Vila Alba, o mesmo onde um comércio de rações foi assaltado na tarde de hoje. Na ocasião, a dona da casa foi obrigada a abrir o cofre e os bandidos levaram várias jóias. Com todos presos em um dos cômodos, os acusados levaram ainda telefones celulares, televisores, computador, notebook, som automotivo, roupas, relógios e documentos, depois fugiram no carro da família, um Fox prata. O carro foi encontrado no domingo de manhã, no bairro Itamaracá. O veículo estava sem estepe, macaco e chave de rodas.

Segundo investigações, Marcelo era foragido da Justiça de Ribas do Rio Pardo e já tinha sua prisão preventiva decretada. Ele também é acusado de tentar o resgate de presos em Tangará da Serra (MT). Fábio estava evadido da colônia penal de Campo Grande. Eles foram presos por volta das 15h30min nas proximidades do presídio Feminino Irmã Irma Zorzi na Capital onde Marcelo havia ido para visitar sua esposa. Policiais de tocaia flagraram o momento em que Fábio chegava para buscar o comparsa. Eles confessaram o roubo e levaram a polícia até uma casa alugada na Rua Victor Meirelles, bairro Santo Eugênio, onde foram encontrados os produtos furtados no último sábado.

No local a polícia encontrou também uma moto YBR que foi furtada no dia 29 de janeiro. Marcelo acabou sendo indiciado também pelo crime de receptação, pois confessou ter comprado o veículo roubado. A extensa ficha criminal de Marcelo indica ainda que ele é acusado de ter cometido um latrocínio (morte seguida de roubo) no ano de 2004.

A família já reconheceu os bandidos e também os produtos roubados. Segundo informações da polícia, os acusados pelo assalto estavam investigando a rotina da família há muitos dias. Eles observaram a condição sócio econômica e arquitetaram o plano.
 

Leia Também