Campo Grande - MS, quarta, 22 de agosto de 2018

Acusados de matar Wiliam Maksoud vão a júri a partir de amanhã

22 ABR 2008Por 16h:05
     

         

        Juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluizio Pereira dos Santos, inicia amanhã, com o júri popular de Edson Ferreira, o Rato, o julgamento dos acusados pelo assassinato do advogado criminalista Wiliam Maksoud. Ele morreu após ser atingido por tiros em seu escritório no dia 5 de abril de 2006. O primeiro a sentar no banco dos réus conduziu a motocicleta para levar o autor dos tiros, Rafael Carlos Mosqueda, até o local do crime.

        O júri de Paulo Eduardo Nepomuceno Alves, o Peréu, e Eliel dos Santos Pires, o Léo, será nesta sexta-feira. O julgamento do suposto mandante, Edmilson dos Santos Pires, o Dê, será no dia 30 de abril. Todos os julgamentos começam a partir das 8h.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também