Terça, 19 de Junho de 2018

Acusados de matar agente da PF voltam a ser julgados quase 20 anos após o crime

17 JUL 2008Por 15h:43
     

                        Pedro Alves Pacheco e os filhos dele Roher Pacheco e Wild Pacheco voltaram a enfrentar novo julgamento hoje (17) quase 20 anos após serem acusados do assassinado o policial federal Fernando Luís Fernandes. Ele foi morto a tiros durante uma investigação em 13 de dezembro de 1989. Os três já haviam sido julgados e condenados em 2002, mas o julgamento foi anulado pelo Tribunal Regional Federal que alegou contradições nas respostas dos jurados.

                        De acordo com o processo, Fernando Luís Fernandes fazia campana na Rua Eduardo Santos Pereira junto com outro agente da Polícia Federal, Jefferson da Guia Rodrigues. Os dois estavam num veículo, quando outro carro se aproximou e os acusados passaram a atirar. Jefferson sobreviveu. A família era investigada por prática de contrabando e tráfico de drogas.O julgamento na Justiça Federal começou às 9h.

                         

                        
                         

Leia Também