Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Acusados da morte de cinegrafista têm liberdade negada

25 FEV 14 - 18h:34G1

A Justiça do Rio negou nesta terça-feira (25) o habeas corpus para Caio Silva de Souza e Fábio Raposo – acusados da morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade. A informação foi divulgada pelo Tribunal de Justiça e a decisão foi do desembargador Marcos Quaresma.

O pedido havia sido feito pelo advogado Jonas Tadeu na segunda (24).
“Indefiro a liminar, por não vislumbrar de plano qualquer ilegalidade no decreto prisional ora impugnado, tratando-se de prisão devidamente regular”, decidiu o desembargador.
Os dois são acusados pelo Ministério Público de homicídio doloso triplamente qualificado – por motivo torpe, sem dar chance de defesa à vítima e com emprego de explosivo –, além do crime de explosão.

O cinegrafista Santiago Andrade foi atingido na cabeça por um rojão quando registrava um protesto contra o aumento da passagem de ônibus no dia 6 de fevereiro. Ambos estão presos preventivamente no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SELIC

Taxa básica de juros cai para 5,5% ao ano

Selic está no menor nível desde o início da série histórica
Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies
VENDA DE VAGAS

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies

Pagamento de dívidas é principal destino para saque do FGTS
SAQUE DO FGTS

Sul-mato-grossense quer usar R$ 500 para reformas e viagens

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião