Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ASSASSINATO DE IDOSO

Acusado diz que assistiu agonia da vítima em bar

Acusado diz que assistiu agonia da vítima em bar
14/01/2014 09:30 - TARYNE ZOTTINO


A Polícia Civil, juntamente com uma equipe de peritos e apoio da Polícia Militar, realizou ontem (13) a reconstituição do assassinato de Sebastião de Araújo Feitosa, 73, ocorrido na noite do último domingo (12), em Coxim (MS). O autor do homicídio, Francisco Silveira Andrade, 37 anos, e o coautor, Jhonatan de Matos Sales, 21, que foram presos na manhã de segunda-feira, demonstraram frieza e deram detalhes do crime às autoridades que trabalham no caso. A reconstituição durou cerca de 1 hora e foi acompanhada por curiosos e familiares dos autores, que moram ao lado do local do crime. Segundo Francisco, ele e Jhonatan estavam em um bar ingerindo bebida alcoólica, quando o idoso, passou e os ofendeu, falando palavrões. Francisco então pegou uma faca e foi até a casa da vítima, acompanhado de Jhonatan.

Quando chegaram, o homem estava sentado em uma cadeira do lado de fora da residência. Francisco surpreendeu a vítima pelas costas e a atingiu com três golpes: um próximo às costelas, um no abdômen e outro no pescoço. O outro homem assistiu todo o crime, lavou e escondeu a faca. Os dois foram até um bar perto da casa de Sebastião e continuaram bebendo. Jhonatan explicou que, de onde estava sentado, viu que vítima entrou em casa, voltou até a porta, guardou a cadeira e, em seguida, caiu perto da cozinha.

Segundo a delegada responsável pelo caso, o idoso teria entrado em casa para pegar o dinheiro que vinha economizando. Durante a perícia, a polícia encontrou cerca de R$ 7,5 mil em uma carteira, na parte interna da bermuda da vítima. A faca utilizada no crime foi apreendida. Os autores permanecem presos e responderão por homicídio qualificado por motivo fútil e sem dar chance de defesa à vítima. Eles serão encaminhados para o Estabelecimento Penal Masculino de Coxim, onde permanecerão à disposição da justiça. 

(Com informações do Edição de Notícias)

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.