CAMPO GRANDE

Acusado de tráfico contesta informação policial

Acusado de tráfico contesta informação policial
28/08/2012 00:00 - BEATRIZ LONGHINI


Ao contrário do que foi informado no último sábado (25) pela Polícia Militar sobre a prisão de dois rapazes por tráfico de drogas, um deles - Bruno de Sousa Blan, de 24 anos - foi arrolado apenas como testemunha do flagrante realizado na Rua Juliete, no Bairro Bosque de Avilan, em Campo Grande.

Segundo consta no boletim de ocorrência da Polícia Civil, Bruno esperava Paulo Leandro de Oliveira, 24, dentro do carro na frente da casa onde a PM informou ter encontrado 30 kg de maconha. 

Bruno disse, em depoimento na delegacia, que esperava o amigo para irem à missa de formatura de uma prima. A polícia realizou busca pessoal e não encontrou nada com ele, então chamaram Paulo e entraram na residência.

Ele ficou sabendo posteriormente que os policiais haviam encontrado a maconha e declarou que  nunca presenciou Paulo usar algum tipo de droga.

Bruno foi liberado após o depoimento.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".