Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

julgamento

Acusado de matar travesti a pauladas é condenado a 16 anos de prisão

29 AGO 2012Por BEATRIZ LONGHINI18h:00

Irondi Gonçalves, conhecido como Sobrinho ou Índio, foi condenado hoje (29) a 16 anos de prisão pela morte de Rui Manoel Gonçalves Ferreira, de 43 anos, no dia 25 de novembro de 2009, na Vila Marcos Roberto, em Campo Grande.

Segundo a denúncia, ele usou um caibro de madeira para matar a vítima e depois ateou fogo no corpo para destruí-lo. 

Durante o julgamento, Irondi alegou legítima defesa e negou o crime de ocultação de cadáver, porém, foi condenado a 14 anos de prisão pelo homicídio e a mais 2 anos por ter queimado o corpo. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também