Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

AFONSO PENA

Acusado de matar segurança vai a júri

5 SET 2012Por DA REDAÇÃO00h:00

Com cerca de três meses de andamento processual, o juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos proferiu a sentença de pronúncia de Richard Ildivan Gomide Lima, acusado de atropelar e matar o segurança Davi Del Vale Antunes no dia 31 de maio de 2012. Com isso, o réu será submetido a júri popular no dia 5 de outubro de 2012, às 8h, caso não haja recurso contra a decisão.

Ele é acusado de ter atropelado e causado a morte de Davi na madrugada do dia de 31 de maio, no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Avenida Arquiteto Rubens Gil de Camilo, no bairro Chácara Cachoeira.

Ainda conforme a denúncia, o réu conduzia seu automóvel com excesso de velocidade e sob o efeito de álcool. Assim, conforme sustenta a denúncia, o réu, ao dirigir nestas condições, com velocidade excessiva e desrespeitando sinalização semafórica, assumiu o risco de provocar o acidente e agiu com dolo eventual.

O acusado foi preso em flagrante no dia 31 de maio e teve sua prisão preventiva decretada. Por diversas vezes, ele tentou revogar sua prisão, mas permanece preso. Durante a instrução processual, foram ouvidas 16 testemunhas e o acusado foi interrogado.

O juiz negou o pedido de revogação da prisão preventiva e pronunciou o réu pelo crime de homicídio qualificado com recurso que dificultou a defesa da vítima, crime de omissão de socorro e fuga do local do acidente. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também