Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Campo Grande

Acusado de matar pedreiro por
R$ 200 é condenado a 17 anos

10 AGO 12 - 15h:15Gabriel Maymone

Marcelo Porto de Senas, 22 anos, foi condenado a 17 anos e seis meses de reclusão, em regime fechado, por matar a tiros o pedreiro Jucilei Andrade de Souza e ferir, também a tiros, um adolescente de 13 anos, sobrinho da vítima, no dia 4 de julho de 2010, no Bairro Nova Lima.

Segundo o processo, o réu responde pelo crime de homicídio por motivo fútil, com recurso que dificultou defesa da vítima, já que os tiros atingiram as costas do pedreiro. O motivo do crime seria uma dívida de R$ 200 que o acusado ainda não havia quitado com a vítima, referente a uma arma de fogo comprada por ele.

Ainda conforme os autos, o acusado responde também por tentativa de homicídio, já que também acertou um tiro no sobrinho da vítima. Marcelo está preso desde o dia 22 de setembro de 2010. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Polícias mudam rotina para se adequarem à Lei de Abuso de Autoridade

R$ 2 BILHÕES

'Somos escravos da lei', diz Bolsonaro sobre sanção de Fundo Eleitoral

PARTICIPAÇÕES MINORITÁRIAS

Governo quer arrecadar até R$ 4 bilhões com venda de ações que nem sabia que tinha

ALIANÇA PELO BRASIL

Bolsonaro: nenhuma denúncia de corrupção se abateu sobre nossos ministros

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião