Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

Campo Grande

Acusado de matar mecânico é condenado a 12 anos de prisão

25 JUN 2012Por BEATRIZ LONGHINI13h:42

Walney Mendes Barreto foi condenado pela 2ª Vara do Tribunal do Júri a 12 anos de prisão em regime fechado pela morte de Cristiano de Andrade Barreto, na noite do dia 16 de setembro de 2010, no Bairro Santa Carmélia, em Campo Grande.

Ele foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por homicídio, motivo fútil e com recurso que dificultou a defesa da vítima, porém, os jurados afastaram esta última qualificadora.

Walney e Robson Gonçalves da Silva Souza estavam em um carro conduzido pelo autor quando Robson atirou em Cristiano, que morreu por traumatismo craniano.

Diante disso, o Conselho de Sentença reconheceu a materialidade, a letalidade, a autoria e condenou Walney, que já tinha sido preso em flagrante.

Já Robson, acusado de atirar em Cristiano, foi julgado no dia 9 de maio de 2012 e absolvido pelo Conselho de Sentença, por maioria de votos declarados. Porém, houve recurso do MPE para reformar a decisão dos jurados.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também