Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Acusado de matar homem a pauladas é condenado a 12 anos de reclusão

Acusado de matar homem a pauladas é condenado a 12 anos de reclusão
07/08/2012 15:30 - Gabriel Maymone


Flávio José Cândido da Silva foi condenado a 12 anos de reclusão acusado de matar a pauladas Sebastião Calixto Bezerra no dia 24 de julho de 2010, na rua Homero Lima, no Bairro Zé Pereira, em Campo Grande.

Segundo a sentença, proferida pelo juiz Alexandre Tsuyoshi Ito, o fato do réu ter confessado o crime e ter praticado o delito quando menor de 21 anos foi considerado atenuante. 

Consta da denúncia que o acusado teria cometido o crime por motivo torpe, pois a morte de Sebastião foi para satisfazer o sentimento de vingança, devido ao desajuste de pagamento por trabalho. O meio cruel foi caracterizado pelo MPE pelos diversos golpes com o pedaço de madeira desferidos contra a vítima, causando-lhe sofrimento desnecessário.

Conforme está nos autos, os dois haviam ajustado um trabalho em uma obra de construção, ocasião em que houve o desacordo quanto ao pagamento de Sebastião a Flávio. Assim, o réu, com a mudança dos termos acertados e acreditando estar sendo lesado em seu pagamento, valeu-se de um pedaço de madeira, tipo caibro, para desferir os golpes na cabeça da vítima. Após, acabou esfaqueando-a, quando a vítima já estava caída no chão, e voltou a atingi-la com a madeira.

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...