Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

VILA MARCOS ROBERTO

Acusado de matar e queimar travesti vai a julgamento

29 AGO 2012Por DA REDAÇÃO00h:01

Está marcado para hoje (29), na 2ª Vara do Tribunal do Júri, a partir das 8h, o julgamento de Irondi Gonçalves., vulgo “Sobrinho” ou “Índio”. Ele é denunciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

De acordo com a denúncia, no dia 25 de novembro de 2009, na vila Marcos Roberto em Campo Grande, o acusado desferiu uma facada no pescço do travesti Rui Manoel Gonçalves Ferreira, 43 anos, causando-lhe a morte conforme mostrou o exame de corpo de delito.

Após isso, ainda segundo a denúncia, o réu carregou o corpo da vítima até a laje da residência e ateou-lhe fogo com a finalidade de ocultá-lo e destruí-lo. O réu teve prisão preventiva decretada e em 15 de junho de 2011.

Na oportunidade em que foi ouvido, I.A.G. confessou ser autor do crime, afirmando que agiu em legítima defesa, mas que não ateou fogo na vítima.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também