Segunda, 25 de Junho de 2018

Acusado de matar crianças é condenado a 38 anos de prisão em SP

17 OUT 2008Por 10h:11
     

 

 

A Justiça de Rio Claro, a 173 km de São Paulo, condenou Laerte Orpinelli, maníaco que assustou o interior do estado há quase 20 anos, a 38 anos de prisão pela morte de duas crianças. O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (16), e foi a quarta condenação de Orpinelli, que já cumpre mais de 60 anos de prisão por três assassinatos, em três cidades diferentes.

A segurança foi reforçada em frente ao fórum da cidade. O acusado chegou em um furgão do sistema penitenciário, e saiu algemado e escoltado pela Polícia Militar. No salão do júri, o homem que chegou a ser chamado na cidade de ?andarilho da morte? permaneceu de cabeça baixa, sem demonstrar nenhuma reação.

As duas crianças moravam com parentes em Rio Claro e desapareceram em janeiro de 1990. No fim do mesmo ano, duas ossadas que seriam delas foram encontradas num canavial às margens da rodovia que liga Rio Claro a Araras. Ele foi condenado por ter violentado sexualmente, matado e ocultado os corpos.

 

Com informações do G1

 

 

 

 

Leia Também