Segunda, 18 de Junho de 2018

Acusado de assassinato responderá em liberdade

28 MAR 2010Por 11h:57
     

        Da redação

         

O fazendeiro Alcino Dias Campos, de 75 anos, conhecido como 'Criatura', acusado de ter assassinado o advogado Paul Oserow, de 62 anos, com quatro tiros de pistola, no interior do Cartório do 1º Ofício, em Dourados, deverá ser submetido a Júri popular. Por ter idade superior a 72 anos, ele não deverá permanecer preso até o julgamento.

O crime aconteceu na sexta-feira (26), por volta das 15h30, no cartório de registro de imóveis que está localizado na esquina da Rua João Rosa Góes com a Avenida Weimar Torres, em Dourados. O advogado Paul e o fazendeiro teriam ido até o local para formalizar o processo de venda de um imóvel ao filho de Alcino e os dois se desentenderam quanto a alguns itens da documentação.

De acordo com levantamento da perícia técnica da Polícia Civil, o acusado ficou nervoso com a demora na transação, que já se arrastava há algum tempo e decidiu tirar a vida do advogado ainda na fila de espera do cartório. Paul Oserow morreu na hora e Alcino deixou o local em seguida, em uma caminhonete que estava estacionada nas proximidades. As investigações começam pelas pessoas que se encontravam no interior do cartório no momento do crime.

Com informações do Dourados News

         

Leia Também