Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

CAMPO GRANDE

Acusada de estelionato é presa em flagrante

11 MAR 2011Por ANAHI ZURUTUZA00h:00

A estelionatária Margareth Vilela Pereira, 42 anos, foi presa na tarde de ontem, em Campo Grande, em ação armada por vítima de um dos golpes aplicados por ela. A acusada se passava por advogada e chegou a receber R$ 2 mil do funcionário público, A.S.L.E, 50 anos, em honorários para representá-lo em suposta ação ingressada na 7ª Vara do Juizado Especial Cível do Consumidor para resolver problemas de um financiamento de veículo comprado pela vítima.

Margareth foi presa por policiais da Delegacia do Consumidor, em frente ao prédio onde ficam a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), a 7ª Vara e a própria Decon, na Rua 13 de Junho. A estelionatária, que já cumpriu cinco anos de prisão pelo mesmo crime e estava em liberdade condicional, tem contra ela 11 boletins de ocorrência e, na Capital, já fez pelo menos 17 vítimas.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Leia Também