Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 23 de outubro de 2018

Acordo prevê fim do lixão até 2011

24 FEV 2010Por 06h:38
Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que objetiva solucionar os problemas do lixão na Capital, encerrando briga judicial que se arrasta há mais de uma década, será assinado na próxima sexta-feira, às 14h. Participarão do ato, no auditório do Ministério Público Estadual o prefeito Nelsinho Trad e o procurador-geral de Justiça, Miguel Vieira da Silva. O termo prevê que, até o final do ano de 2011, a prefeitura deverá tomar uma série de medidas orçadas em R$ 12,9 milhões. Dentre elas, a implantação do programa de coleta seletiva de lixo, construção do aterro sanitário, de usina de processamento de lixo, desativação e recuperação do passivo ambiental do lixão e assentamento social das famílias de catadores de lixo previamente cadastradas. Em 16 de setembro de 1999, a então promotora de Justiça do Meio Ambiente, Marigô Regina Bittar Bezerra, ajuizou ação civil pública contra o município de Campo Grande, com o intuito de fazer o poder público dar correta destinação ao lixo.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também