Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

34 denúncias

Ações para apurar discriminação de homossexuais crescem em SP

27 MAI 2011Por folha18h:15

A Secretaria de Justiça de São Paulo já abriu 34 ações para apurar discriminação de homossexuais em 2011, uma a mais que em todo o 2010 e dez a mais que em 2008 e 2009.

Serviço de denúncia anti-homofobia é lançado em SP
Ataques homofóbicos em SP se concentram no centro

A informação é da coluna Mônica Bergamo, publicada na Folha desta sexta-feira (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Segundo a coordenadora de políticas para a diversidade sexual da pasta, Heloisa Gama Alves, as denúncias aumentaram após os ataques a gays na avenida Paulista, em novembro passado.

Atualmente, há 75 processos em andamento, entre novas denúncias e as de anos anteriores.

Casos

A região da avenida Paulista já foi palco de diversas agressões com suspeita de motivação homofóbica.

No dia 25 de março, um professor acusou quatro rapazes com idades entre 18 e 21 anos de tê-lo agredido com motivação homofóbica. Um deles teria desferido um soco na boca do professor.

No dia 25 de janeiro, um doutorando da USP, homossexual, afirmou ter sido agredido, com um amigo, com uma garrafada no olho direito. Ele atribui a ação a um ataque homofóbico.

No dia 14 de novembro, um grupo de cinco jovens atacou três pessoas em dois momentos diferentes.

Leia Também