Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

estatística trágica

Acidentes em rodovias do Estado causam quatro mortes

13 NOV 2010Por NADYENKA CASTRO e EDILSON JOSÉ ALVES, PONTA PORÃ00h:00

Quatro pessoas morreram em acidentes registrados em rodovias. Ontem, na BR-463, a colisão de uma ambulância com motocicleta provocou a morte da técnica de enfermagem Rosângela Pereira. Já na MS-386, também uma colisão matou Manoel Pereira e Edna da Silva, enquanto na BR-267, um atropelamento causou falecimento de Severino Aparecido da Silva.

Segundo as informações, o violento acidente ocorrido ontem à tarde, nas imediações do Posto Guaíba, matou a técnica Rosângela Pereira. Ela estava descansando na maca de uma ambulância, cujo motorista perdeu a direção após o estouro de um pneu. Desgovernado, o veículo colidiu contra uma motocicleta que seguia na mesma direção e capotou, provocando uma morte e deixando três feridos.

Ainda de acordo com as informações apuradas no local do acidente, por volta das 14h, a ambulância com placas HSH-1259, da Prefeitura de Ponta Porã, conduzida por Antônio Marcos, que tinha levado um paciente para Dourados e retornava à fronteira, teve um pneu estourado no meio da pista da BR-463, em frente ao Posto Guaíba.

Sem controle, o veículo atropelou a motocicleta GSX, placas EON-5888, de São José do Rio Preto-SP, pilotada por Ralf Charles Mayor Bonilha, de 42 anos. Com o impacto, a ambulância capotou e as portas traseiras se abriram. A profissional de enfermagem, que estava descansando na maca, foi arremessada para fora e morreu de forma instantânea. O motorista e o médico Nilo José Leal que também estava no veículo sofreram apenas escoriações leves.

O piloto da moto foi lançado no asfalto e apesar dos equipamentos de proteção sofreu várias escoriações e conforme os bombeiros que prestaram socorro havia suspeita de hemorragia interna. Ele foi imobilizado e encaminhado ao Hospital Regional de Ponta Porã. Ralf tinha saído do interior de São Paulo para participar do 8º Motorcycle, encontro de motociclistas da fronteira que começou na sexta-feira e prossegue até este domingo.

 

Aral Moreira
Enquanto isso, Manoel Pereira de Sales, 71 anos, e Edna da Silva, 31 anos, morreram na colisão entre uma Belina, de placa do Paraná, e um Toyota Tercel, de placa do Paraguai, ocorrida na noite de quinta-feira, na MS-386, em Aral Moreira.

O casal morto na colisão estava no carro brasileiro. O acidente resultou ainda em ferimentos graves em Adrian Gomes de Jesus Pedrozo, 33 anos, em Salvador Luiz da Silva, 73 anos, e em Vítor da Silva Ferreira, 10 anos.

Tiveram lesões leves Adão José Ferreira, 32 anos, e João Henrique da Silva Ferreira, quatro anos. Todos estavam no carro de placa do Paraguai e foram encaminhados para o hospital de Pedro Juan Caballero.

BR-267
Em Nova Alvorada do Sul, Anderson Cristian Velato, 26 anos, conduzia a Kombi que atropelou e matou Severino Aparecido da Silva, de 40 anos, que chegou a ser arrastado por cerca de 40 metros.

Conforme o boletim de ocorrência, o motorista disse que a vítima apareceu na rodovia repentinamente e por isso não conseguiu evitar o acidente.

Severino morreu no local e Anderson foi encaminhado ao hospital do município em estado de choque e com dores de cabeça.

Leia Também