Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

CAPOTAMENTO

Acidente envolvendo viatura não foi premeditado, diz delegado

27 OUT 2010Por EVELYN SOUZA15h:16

O acidente que causou o capotamento da viatura que transportava os presos acusados de matar o vereador Carlos Carneiro, de Alcinópolis, é considerado casual pelo delegado Divimo Furtado de Mendonça.

Segundo o delegado, não existe a hipótese do acidente ter sido premeditado.

CASO

O acidente aconteceu nesta quarta-feira (27) pela manhã quando o veículo da Polícia Civil seguia pela Avenida Afonso Pena com Irineu Maciel, de 37 anos, e o cunhado dele, Valdemir Valsan, 43 anos,acusados de assassinar o vereador de Alcinópolis, Carlos Carneiro. Segundo informações da polícia, a sirene estava ligada quando o veículo Siena, de placa HTA – 7104,conduzido por Roberto Fragmam avançou e provocou o acidente.

Questionado pelos polícias, Fragmam disse que no momento os vidros do carro estavam fechados e o ar condicionado ligado e que não ouviu a sirene. Ele alega também que o sinal estava aberto.

Valdemar Valsan faturou o pé esquerdo e está internado na Santa Casa com suspeita de traumatismo Craniano. Ele deve passar por uma cirurgia. Já Irineu sofreu escoriações leves e deve receber alta do hospital ainda hoje. Outros três polícias também se feriram no capotamento, dois tiveram pequenas lesões e um terá de passar por processo cirúrgico devido a uma fratura na clavícula.
 

Leia Também