Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BRASIL/MUNDO

Acidente de trem deixa nove mortos na Itália

Acidente de trem deixa nove mortos na Itália
13/04/2010 21:31 -


Itália

Um trem descarrilou perto da cidade de Bolzano, na região do Alto Ádige (Sud Tirolo) no norte da Itália, matando nove pessoas e ferindo 28 ontem, segundo autoridades.  Sete das pessoas feridas estão em estado grave e foram hospitalizadas. O governador provincial de Bolzano (cuja capital tem o mesmo nome), Luis Durnwalder, disse, na tarde de ontem, que o número de vítimas não é final, pois “pode ainda haver alguém enterrado na lama”.

O acidente aconteceu entre as cidades de Laces e Castelbello, perto de Merano, cerca de 300 quilômetros ao norte de Veneza. O trem viajava da pequena cidade de Malles a Merano. Um deslizamento causado pelo rompimento de um cano de irrigação fez com que rochas, lama e água descessem a encosta da montanha e atingissem o trem, provocando o acidente. A via férrea foi inaugurada em 2005 e é considerada uma das mais modernas do país.

Segundo funcionária da província de Bolzano, Francesca De Carlini, o trem com dois vagões, cheio de moradores que iam para o trabalho ou para a escola, foi investido pelo deslizamento de lama, rochas e água logo após o rompimento do cano. “Uma massa de lama e água atingiu o primeiro vagão”, disse De Carlini. O trem descarrilou e o primeiro vagão tombou entre a via férrea e o rio Ádige. Todos os mortos, com idades entre 18 e 73 anos, eram da região e estavam no primeiro vagão.
O maquinista de 25 anos foi morto no desastre. Muitas das vítimas morreram sufocadas pela lama. “Quando chegamos aqui, os feridos caminhavam pela ferrovia, cheios de lama e sangue”, disse um carabinieri (policial militar) que participou do socorro.

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.