BR-163

Acidente com carro e caminhonete deixa quatro feridos

Acidente com carro e caminhonete deixa quatro feridos
12/03/2014 09:00 - Edição de Notícias


Quatro pessoas ficaram feridas num acidente que aconteceu na noite de ontem (11), no km 678 da BR-163, em Rio Verde, na região norte de Mato Grosso do Sul. O estado de saúde de duas vítimas é considerado grave.

Hernani Rodrigues de Almeida, de 53 anos, e Maria Isaura Rodrigues de Almeida Silva, de 48, estavam num veículo Fox, com placas de Lins (SP). O homem ficou preso nas ferragens, mas foi retirado por funcionários do Hospital Municipal de Rio Verde.

Em razão da gravidade dos ferimentos, o casal foi transferido para Campo Grande. Eles sofreram politraumatismos e escoriações.

As outras vítimas estavam numa caminhonete Frontier, placas de Cuiabá (MT). O motorista Ricardo da Silva Evaristo Pinto, de 35 anos, e o passageiro Marcelo José do Espírito Santo, de 28, sofreram lesões leves e foram levados ao hospital.

Colisão
Segundo testemunhas, os dois veículos colidiram de frente. O motorista da caminhonete informou que trafegava no sentido norte, quando aquaplanou, invadiu a pista contrária e atingiu o carro de passeio, que seguia no sentido São Gabriel do Oeste.

Com isso, a Frontier rodou na pista e foi atingida por uma carreta, de Camapuã, que era conduzida por Marcelo Silva Soares, de 37 anos, que também trafegava em direção a São Gabriel do Oeste.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".