Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

Ação pede que professores retomem aulas para os dois últimos semestres

17 AGO 12 - 15h:00DA REDAÇÃO

O Ministério Público Federal (MPF) em Três Lagoas ajuizou hoje (17) ação em que pede para que seja determinado aos professores e servidores em greve o restabelecimento parcial do funcionamento da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) em Três Lagoas, Paranaíba e Chapadão do Sul.

A retomada das aulas deve se dar exclusivamente para os alunos matriculados nos dois últimos semestres de todos os cursos de graduação, inclusive disciplinas eletivas, opcionais, estágios supervisionados e defesa de trabalhos de conclusão de curso.

O objetivo do MPF é compatibilizar o direito à greve com o direito à educação por parte dos alunos que estão no último ano de cada um dos cursos de graduação, aqueles com maior risco de prejuízos irreversíveis em razão da greve. Este direito está sendo integralmente desconsiderado diante da greve, que acarretou uma paralisação total nas três unidades.

As aulas na UFMS estão paralisadas há 65 dias e não há previsão de término do movimento grevista. Somente no campus de Três Lagoas são 424 alunos cursando os dois últimos semestres nos cursos de Geografia, Matemática, Pedagogia, Direito, História, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Letras, Administração e Enfermagem. Eles correm o risco de não se formar este ano e perder oportunidades acadêmicas e profissionais. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TORNEIO MUNDIAL

Filipe Toledo conquista bicampeonato no mundial de surfe em Saquarema

Vitória elevou Felipe ao 3º lugar no ranking mundial
Trump diz que pode começar "grande deportação" em duas semanas
ESTADOS UNIDOS

Trump diz que pode começar "grande deportação" em duas semanas

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial de segunda-feira: "Cada vez mais insustentável"

ARTIGO

Antônio Carlos Siufi Hindo: "A Polícia Militar de Adib Massad"

Mais Lidas