Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 21 de setembro de 2018

Distrito Federal

Ação contra jogo do bicho e lavagem de dinheiro prende cinco

26 DEZ 2013Por G110h:57

A Polícia Civil do Distrito Federal realiza desde o início da manhã desta quinta-feira (26) uma operação de combate ao jogo de bicho e lavagem de dinheiro em várias regiões da capital federal e em Goiás. Cinco pessoas haviam sido presas até as 11h, todas em flagrante. A polícia cumpre 27 mandados de busca e apreensão.

O suposto esquema envolvia a realização de jogo no Lago Sul, em Sobradinho e nas asas Sul e Norte de Brasília. Um dos locais em que os agentes cumpriram mandado é o Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, região nobre de Brasília.

As investigações da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco) começaram há seis meses. A operação foi batizada de Armadilha.

No Setor de Mansões Dom Bosco, os policiais detiveram o empresário Hélio Cesar Alfinito, apontado como um dos supostos chefes da quadrilha. Na casa dele, policiais apreenderam documentos e R$ 1 milhão em dinheiro, de acordo com um policial que participou da operação.

Outra pessoa foi presa em um apartamento na quadra 215 Norte e levado junto com duas testemunhas para a sede do Departamento de Polícia Especializada. Pouco antes das 11h, outro pessoa presa na operação foi encaminhada para a DPE.

Entre os envolvidos com a exploração do jogo também estão um policial civil e um militar aposentado, segundo o delegado Luiz Alexandre Gratão.

Cofre
Um dos homens presos tinha a chave de dois cofres onde dinheiro e documentos da suposta quadrilha eram guardados. Os cofres foram apreendidos. De acordo com a polícia, o dinheiro achado nas casas dos supostos integrantes da quadrilha passa de R$ 2 milhões.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também