Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Distrito Federal

Ação contra jogo do bicho e lavagem de dinheiro prende cinco

26 DEZ 13 - 10h:57G1

A Polícia Civil do Distrito Federal realiza desde o início da manhã desta quinta-feira (26) uma operação de combate ao jogo de bicho e lavagem de dinheiro em várias regiões da capital federal e em Goiás. Cinco pessoas haviam sido presas até as 11h, todas em flagrante. A polícia cumpre 27 mandados de busca e apreensão.

O suposto esquema envolvia a realização de jogo no Lago Sul, em Sobradinho e nas asas Sul e Norte de Brasília. Um dos locais em que os agentes cumpriram mandado é o Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, região nobre de Brasília.

As investigações da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco) começaram há seis meses. A operação foi batizada de Armadilha.

No Setor de Mansões Dom Bosco, os policiais detiveram o empresário Hélio Cesar Alfinito, apontado como um dos supostos chefes da quadrilha. Na casa dele, policiais apreenderam documentos e R$ 1 milhão em dinheiro, de acordo com um policial que participou da operação.

Outra pessoa foi presa em um apartamento na quadra 215 Norte e levado junto com duas testemunhas para a sede do Departamento de Polícia Especializada. Pouco antes das 11h, outro pessoa presa na operação foi encaminhada para a DPE.

Entre os envolvidos com a exploração do jogo também estão um policial civil e um militar aposentado, segundo o delegado Luiz Alexandre Gratão.

Cofre
Um dos homens presos tinha a chave de dois cofres onde dinheiro e documentos da suposta quadrilha eram guardados. Os cofres foram apreendidos. De acordo com a polícia, o dinheiro achado nas casas dos supostos integrantes da quadrilha passa de R$ 2 milhões.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

OPINIÃO

Calos Lopes dos Santos: "Primeiro a educação, depois as leis"

Advogado

Felpuda

BRASIL

Após novo caso, Brasil perderá status de país livre do sarampo

BRASIL

Delegado da Baixada Fluminense atuará na 2ª fase do caso Marielle

Mais Lidas