Segunda, 18 de Junho de 2018

Acadêmicos acatam ordem judicial deixam reitoria da UFMS

23 AGO 2008Por 20h:45
     

        Cheline Vincensi

         

        Os acadêmicos que desde a noite da sexta-feira (22) ocupavam o prédio da reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul estão deixando o local, atendendo a mandado de reintegração de posse expedido pelo juiz federal Odilon de Oliveira, a pedido dos advogados do reitor Manoel Catarino Paes Peró. Segundo um dos líderes do movimento, o acadêmico de Jornalismo Ítalo Milhomem, os estudantes decidiram levantar definitivamente o acampamento, armado desde o dia 7 de agosto no pátio da reitoria. O juiz arbitrou multa de R$ 10 mil em caso de desobediência e mais R$ 5 mil por dia de permanência no local, dando prazo até as 18 horas para que os acadêmicos saíssem não só do prédio, mas de todo o espaço da UFMS. Na segunda-feira acontece a eleição para escolha dos três nomes que comporão a lista tríplice da reitoria. Pelo sistema atual os professores têm poder quase absoluto sobre o processo eleitoral. Apesar de comporem o menor grupo, têm peso de 70% na votação, enquanto acadêmicos e técnicos administrativos dividem os 30% restantes. Os manifestantes pediam a suspensão da eleição e voto paritário, conferindo peso igual a cada grupo.

Leia Também