Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

ABL

Acadêmico e padre Fernando Bastos de Ávila morre em BH

6 NOV 2010Por FOLHA ONLINE21h:05

O acadêmico e padre Fernando Bastos de Ávila, 92, ocupante da cadeira de número 15 da ABL (Academia Brasileira de Letras), morreu na manhã deste sábado (6), em Belo Horizonte, na Casa de Saúde Irmão Luciano Brandão. Ele sofria de câncer.

De acordo com nota oficial, o corpo do acadêmico carioca seria enterrado às 16h, no cemitério Bosque da Esperança. Na quinta-feira (11), a ABL realizará a chamada sessão de saudade, em que os acadêmicos prestam uma homenagem ao colega. Ao final dessa homenagem, será declarada vaga a cadeira que ele ocupava.

Padre Ávila foi nomeado vice-reitor da PUC em 1964, quando lutou pelo reconhecimento da profissão de sociólogo, mais tarde aprovada pelo Ministério da Educação e Cultura. Cinco anos depois, participou do grupo que fez o projeto da reforma universitária.

Filho do professor José Bastos de Ávila e de Cinira Muniz Freire Bastos de Ávila, ingressou na Escola Apostólica dos Padres Jesuítas, de Nova Friburgo (RJ), em 1930. Ali, cursou Humanidades, Retórica e Filosofia Escolástica, dando início a sua formação jesuítica. Ele publicou 15 livros, além de inúmeros ensaios, artigos e conferências relacionados à sociologia, história e doutrina social da Igreja.

Sexto ocupante da cadeira nº 15, na sucessão de Dom Marcos Barbosa, ele entrou para a Academia Brasileira de Letras em 1997, atualmente presidida pelo acadêmico Marcos Vinicios Vilaça.

Leia Também