Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 17 de outubro de 2018

Abertura de empresas em março é recorde para o mês

8 ABR 2010Por 20h:36

Rosana Siqueira

 

Mato Grosso do Sul registrou em março a abertura de 792 empresas, volume 8,3% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando foram constituídas 731 firmas. Os números foram divulgados ontem em balanço da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems). Os dados mostram ainda que em relação a fevereiro, o aumento ficou em 25,7%. De acordo com as estatísticas divulgadas, em fevereiro foram criadas 630 empresas.

Segundo o presidente da Jucems, Wagner Bertolli, "desde 2000 nunca tínhamos registrado este número de abertura de novas empresas num mês só. Este índice representa a situação de desenvolvimento no Estado que reflete no mercado e, desta forma, na abertura de pequenas e médias empresas".

Outro destaque no levantamento da Junta foi o total de filiais constituídas. Foram registradas 114 aberturas de filiais em março deste ano, contra 100 no mês anterior. "Estamos numa situação muito boa e às vezes as filiais são melhores que uma grande empresa. Isto significa que muitas pessoas estão trabalhando e que um empreendimento deu certo", argumentou.

Bertolli também destacou que foram extintas 177 empresas em março, contra 124 no mês anterior. "Com a entrada do programa do microempreendedor individual, muitos empresários estão fechando as empresas e se transformando em microempreendedores, e isso elevou volume de empresas extintas", justificou.

O Programa de Formalização do Empreendedor Individual, criado pelo governo federal, está legalizando pessoas que trabalham no setor informal. O programa oferece, entre outras vantagens, algumas isenções de impostos e, com isso, os empresários fecham as empresas para liberar o CPF para realizar cadastro no programa federal.

Os números apontam também que, em março, a Jucems registrou 1.026 alterações com procedimentos como mudança de endereço, no capital social, entre outros. "No geral, essas estatísticas do mês de março mostram que a economia do Estado vai bem com giro de dinheiro. Estamos numa situação privilegiada se comparada com outros Estados, com crescimento uniformizado e progredindo cada vez mais. Percebemos o desenvolvimento em todos os setores", concluiu Bertolli.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também