Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 17 de dezembro de 2018

SENAC

Abertas matrículas para cursos gratuitos

6 MAR 2011Por DA REDAÇÃO06h:11

Como o propósito de promover inclusão social, o SENAC/MS, integrante do Sistema Fecomércio MS, abriu inscrições para as turmas de 2011 do PSG (Programa SENAC de Gratuidade) nas cidades de Campo Grande, Aquidauana, Dourados e Três Lagoas. O programa proporciona cursos de educação profissional a custo zero para a população de baixa renda, para a qual se abrem novas perspectivas. Desta vez são 270 vagas em seis cursos das áreas de Informática, Comércio e Gestão.

As matrículas devem ser feitas até o dia 20 de março pelo site www.ms.senac.br. A condição básica é que o candidato tenha renda familiar per capita mensal de no máximo dois salários mínimos e que esteja matriculado ou seja egresso da educação básica.

Um mesmo candidato pode se inscrever para até dois cursos, desde que na mesma cidade, mas após a seleção só poderá frequentar um. Significa que se ele for ranqueado para o curso de primeira opção a segunda opção será cancelada.

A seleção vai considerar os seguintes critérios: renda familiar; se o candidate é portador de deficiência; o grau de responsabilidade no sustento da família; se está matriculado ou é egresso na educação básica; se está empregado ou desempregado; se é egresso de programa de aprendizagem e o número de membros da família. As informações fornecidas pelo candidato na inscrição poderão ser checadas por entrevistas ou até mesmo visitas.

 

O resultado do processo seletivo poderá ser conferido no sitewww.ms.senac.br no dia 22 de março e as matrículas serão feitas de 23 a 29 de março nas unidades do SENAC em Campo Grande (Rua Francisco Cândido Xavier, 75 – Centro), Aquidauana (Rua Luiz da Costa Gomes, 564 - Bairro Alto), Dourados (Rua Dr. Mário Machado de Lemos nº 240 - Jardim Londrina) e Três Lagoas (Av. Antonio Trajano, 216 ).

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também