Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PROFISSIONAL

Abertas inscrições para registro de contabilista

Abertas inscrições para registro de contabilista
24/01/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Recém-formados nos cursos técnico em Contabilidade e bacharéis em Ciências Contábeis têm até 30 de janeiro para se inscrever na 1ª edição deste ano do Exame de Suficiência do Sistema CFC/CRCs (Conselho Federal de Contabilidade/Conselhos Regionais de Contabilidade). O exame é requisito para obtenção do registro profissional e exercício da atividade.

A inscrição pode ser efetuada nos sites da Fundação Brasileira de Contabilidade (www.fbc.org.br), organizadora da avaliação, do Conselho Federal de Contabilidade (www.cfc.org.br) e dos Conselhos Regionais de Contabilidade. As provas serão aplicadas em 6 de abril de 2014, das 8h30 às 12h30, horário oficial de Brasília, nas 27 capitais e em outras 110 cidades do País. A taxa de inscrição é de R$ 100.

Para exercer a profissão, os bacharéis em Ciências Contábeis e técnicos em Contabilidade devem se submeter ao Exame de Suficiência, instituído pela Lei n.º 12.249/10. No Brasil, somente os cursos de Direito e Contabilidade utilizam esse recurso para medir o conhecimento e nivelar o mercado. Aprovado, o futuro profissional obtém o registro junto ao Conselho Regional de Contabilidade.

Esta é a sétima edição do exame. Ano passado, quase 50 mil candidatos se inscreveram para a prova - recorde de inscrição. A expectativa deste ano é que mais de 55 mil técnicos e bacharéis da área participem da seleção. De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), a profissão é a quarta mais demandada no mundo. Só no Brasil, existem quase 490 mil profissionais registrados. A Região Sudeste é destaque e concentra mais da metade dos profissionais da contabilidade , seguida do Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Norte.

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...