Sexta, 22 de Junho de 2018

A porta-voz do médico de Michael Jackson disse que, após o segundo encontro com a polícia, ele não

28 JUN 2009Por 15h:54
     

A porta-voz do médico de Michael Jackson disse que, após o segundo encontro com a polícia, ele não é considerado suspeito pela morte do astro. Miranda Sevcik, a porta-voz do cardiologista Conrad Murray, afirmou, na noite deste sábado, que o encontro com médico teve como objetivo "esclarecer algumas inconsistências".

 

Em nota, a porta-voz afirma que o "médico de maneira alguma é suspeito e permanece como testemunha do caso". A polícia confirma que interrogou Murray e que ele cooperou.

 

Segundo Sevcik, Murray e seu advogado ?responderam a todas as perguntas? durante as três horas que durou o encontro, e que eles continuarão cooperando com a polícia para esclarecer as circunstâncias da morte de Michael Jackson. (Com Agência Estado)

Leia Também