Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

A gratidão é imprescritível!

18 AGO 10 - 05h:59
O Correio do Estado, na sua edição de 2 de agosto, trouxe para os seus leitores, uma interessante lição política sob o título – poder sem pudor -, em que o seu autor, de uma forma sucinta, que não ultrapassa a meia dúzia de linhas,   narra o diálogo entre dois políticos brasileiros.
De um lado, Otávio Mangabeira, de outro, o senador João Candido Ferraz.
Na conversa, o primeiro chega à residência do segundo, e vê logo na parede da sua sala de visita, a fotografia emoldurada do brigadeiro Eduardo Gomes, candidato derrotado à presidência da República,  nas duas últimas  eleições em que concorreu, em 1946 e 1950. Otávio Mangabeira,  pergunta para o senador,  como é que ele ainda guardava na redoma a foto do brigadeiro depois de tanto tempo. Por respeito e gratidão, disse o senador. Otávio Mangabeira, então, replicou, dizendo  ao senador  que em política a – gratidão – tem tempo certo para viver, e emendou dizendo que dura apenas seis meses, findos os quais,  ela prescreve.
Otávio incorreu em erro imperdoável, incompreensível, ingênuo mesmo, para um político de prestigio em todo o território nacional.
A gratidão é imprescritível.
Ela  cabe em qualquer circunstância em que o ser humano resulta envolvido. Não precisa ser evidenciada apenas na área política em que abunda com mais generosidade, embora os seus beneficiados  não consigam entender o caráter engrandecedor da ajuda, da orientação, do conselho, da palavra suave,  que receberam,  para ultrapassar as dificuldades que o destino reserva para cada qual.   
Na vida pessoal ela não é diferente, porque  não pode existir para o ser humano nada mais  desolador, angustiante,  do que receber uma acusação infundada.
É que ela, pela sua gravidade, ultrapassa a pessoa física do ofendido, e alcança, indubitavelmente, todo o grupo familiar.  O desequilíbrio emocional, as discussões, as desavenças, passam a ser uma constante no recesso do lar,  a ponto de levar o cidadão aos atos mais extremos,  que a sua consciência pode ditar.
É o retrato mais amargo da difamação, da injúria, da calúnia, que se pode imputar a alguém, porque, a toda evidencia, é  ele,  o alicerce da inimizade, da discórdia, da mágoa, e sua ação é tão avassaladora,   que nos remete ao entendimento de que  é como se o mundo tivesse desabado sobre a nossa cabeça, e com ela,  tudo o que construímos, todos os sonhos que acalentamos,  as emoções que vivenciamos, ruíssem, esboroassem.
Quando o ofendido tem uma família bem estruturada e possui amigos confidentes com quem pode desabafar, é claro,  ameniza um pouco o sofrimento, anima na ultrapassagem da vicissitude, mas não faz desaparecer o ressentimento instalado no  coração.
É muito difícil explicar isso tudo apenas em palavras. A pessoa precisa passar por esse momento de angústia,  que parece não querer ter fim,  para dar o seu testemunho.
Não que as palavras não representam nada, nem que os especialistas no assunto,  não possuem a autoridade para convencer as pessoas  que se socorrem de seus ofícios para melhor compreender essa apreensão humana.
Não, não é isso que pretendo dizer. Aqui, as expressões para retratar o fato transcendem o aspecto pessoal de cada qual, e evidenciam fortemente que as explicações estão no campo da moral, da ética, ciências que cuidam do nosso relacionamento com Deus.
É essa a nossa sina. Dela ninguém está livre. Precisamos apenas estar atentos e preparados para uma ação digna,  quando o fato acontecer.
A gratidão enobrece os nossos sentimentos, eleva o nosso espírito, torna-nos grandes como seres humanos, e é um dos caminhos para uma rápida  aproximação com Deus.    

Antônio Carlos Siufi Hindo, promotor de Justiça aposentado
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Três pessoas morreram em queda de avião em Belo Horizonte
ACIDENTE AÉREO

Três pessoas morreram em queda de avião em Belo Horizonte

EM RAZÃO DOS PROTESTOS

Voos que sairiam do Brasil para Santiago estão sendo cancelados

Consumidor pode cancelar pacotes sem ônus ou multas
DEMITIDO DO GOVERNO

Marcos Cintra é chamado para reestruturar o PSL

Cintra foi demitido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes
Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via
TEMPORAL

Chuva não dá trégua e cerca de parque não foi reparada; animais já andam pela via

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião